Mapas de Viagem

Williamsburg – A Vanguarda e o Ancestral em Nova York. Confira!

Williamsburg, no Brooklyn, tornou-se um destino internacional graças à sua arte, gastronomia e vida noturna.

Ao contrário de Manhattan, em Williamsburg o trânsito chega a ser simpático e as grandes marcas não estão presentes.

O que domina a região são brechós chiques, ateliês de artistas plásticos e restaurantes cheios de charme. Parte dessa tendência, também são as feirinhas de artesanato e gastronomia de final de semana e muita arte urbana.

Williamsburg - Um bairro ainda tranquilo no Brooklyn

Williamsburg – Um bairro ainda tranquilo no Brooklyn

Meio à margem da cultura de Manhattan, Williamsburg foi virando um centro alternativo, com uma visão bem diferente de música, arte, gastronomia e cinema.
E, claro, uma de suas marcas de fato: uma população composta em boa parte por jovens Hipsters e Judeus Ortodoxos Hassídicos.

Em nenhum lugar em Nova York existe tamanho contraste entre a vanguarda e o ancestral, o simples e a ostentação, o moderno e o antigo, numa miscelânea de culturas e paisagens.

A Cena Hipster Criativa e a Religiosidade Ortodoxa

A cultura Hipster começou no final dos anos 1990 e inicialmente foi descrita como um acaso – uns tipos estranhamente vestidos, circulando pelos armazéns e fábricas. A reação inicial foi a indiferença, mas, com o tempo, as pessoas começaram a perceber que as transformações eram inevitáveis.

Avenida Bedford - Williamsburg

Avenida Bedford – Williamsburg

Quando os moradores mais antigos, quase todos Judeus Ortodoxos, perceberam que os “artistas”, estavam chegando para ficar, uma crise de pânico se estabeleceu. Os rabinos anunciavam que os “artistas” eram “um amargo decreto do Céu”, “um julgamento bíblico”.

Desde então, curiosamente, a cena Hipster e culturalmente vibrante de Williamsburg divide espaço com uma comunidade residencial de longa data de Judeus Ortodoxos Hassídicos.

O Lado Hipster de Williamsburg

Para chegar à Williamsburg, o transporte mais divertido e que oferece as mais belas paisagens é o East River Ferry. Com diversos pontos de parada em Manhattan, custa 4 dólares durante a semana e 6 dólares nos sábados, domingos e feriados.

A caminho de Williamsburg

A caminho de Williamsburg

Você pode navegar pelo East River, entre o Financial District e Midtown, com direito a passar por baixo de três pontes: Brooklyn, Manhattan e Williamsburg.

Bedford Avenue

Ao desembarcar, visite a região entre as avenidas Kent e Bedford entre as ruas 6 e 10 que é onde tudo acontece, especialmente na Bedford. 

Avenida Bedford - Williamsburg

Avenida Bedford – Williamsburg

O que é bacana por aqui é que o bairro é calmo e o trânsito é tranquilíssimo. Bares, restaurantes e lojas são discretos. Williamsburg tem uma vibe de um lugar europeu, uma Berlim Oriental, por exemplo.

Brooklyn Brewery

Uma tradicional cervejaria, fundada em 1897, e um dos ícones do bairro, a Brooklyn Brewery é um fenômeno que já não cabe apenas em Williamsburg. Visita imperdível, principalmente para quem gosta de cerveja.

 

Brooklyn Brewery - Williamsburg

Brooklyn Brewery – Williamsburg

Smorgasburg e Brooklyn Flea

Durante o verão, acontece a animada feira de gastronomia Smorgasburg, com diversos chefes de cozinha, que preparam pratos fantásticos a preços muito bons. Mas procure chegar antes das duas; no meio da tarde muitos pratos e guloseimas já se esgotaram.

Aos domingos funciona a tradicional feira de pulgas Brooklyn Flea.

Ambas acontecem no East River State, de frente para Manhattan, em um waterfront muito charmoso. sempre aos sábados. É bem ali na esquina das ruas 6 e Kent, ao lado do píer do East River Ferry.

Smorgasburg e Brooklyn Flea - Williamsburg

Smorgasburg e Brooklyn Flea – Williamsburg

Mas, atenção: durante o inverno, até meados de março, as feiras se mudam para um pavilhão coberto. Veja o calendário.

Hotel Whythe

À tardinha, depois de muito caminhar, a dica é descansar no topo do Hotel Whythe, em frente à cervejaria, apreciando a vista para o Rio East e a ilha de Manhattan.

Williamsburg - Vista do Hotel Whythe para o entardecer de Manhattan

Williamsburg – Vista do Hotel Whythe para o entardecer de Manhattan

Na volta, se sobrar tempo e energia, você ainda pode aproveitar um pouco da animação noturna da Bedford Avenue. Depois é só pegar logo à frente, à margem do Rio East, o East River Ferry, que deixa o visitante no Centro Financeiro de Manhattan ou em Midtown.

Confira os horários.

O Lado Ortodoxo de Williamsburg

Williamsburg também é o endereço de milhares de Judeus Ortodoxos Hassídicos, originários de um ramo ultra ortodoxo do Judaísmo, a influente seita Satmar Hassídica. Eles vieram para Williamsburg da Hungria e da Romênia após a Segunda Guerra Mundial.

Judeus Ortodoxos em Williamsburg

Judeus Ortodoxos em Williamsburg

A divisão acontece ao longo da Broadway. No lado norte da rua, repleta de lojas hipsters, quase todas evocando uma sensação de velho mundo. No lado sul, apenas a alguns metros abaixo, o velho mundo está indiscutivelmente presente.

A região Hassídica de Williamsburg

Atendida, na estação da Marcy Avenue, pelas linhas J, M e Z do metrô, a região Hassídica de Williamsburg, é uma visita ao passado.

Ao contrário da supervalorizada região hipster, ao norte da Broadway, as imagens aqui, com homens de barbas estranhas, vestindo casacos do século 19, não são apenas reais, elas parecem perdidas no tempo.

É bom estar ciente de que alguns desses moradores não aceitam cordialmente a presença de estranhos e podem lançar olhares de reprovação.

Ao sair da estação do metrô, siga pela Marcy Avenue até a Keap St. O prédio grande à esquerda abriga uma Yeshivá, instituição para estudos de textos religiosos judaicos.
Prossiga pela Keap St. e vire à direita na Lee Avenue. Pegue a primeira rua à esquerda, a Rodney St.

Mapa do Distrito Comercial e da Região Hassídica de Williamsburg

Mapa do Distrito Comercial e da Região Hassídica de Williamsburg

A meio caminho na direção da Bedford Avenue está a principal Sinagoga da seita Satmar. Mulheres não são autorizadas a entrar e os homens que não pertencem à comunidade podem ser abordados com perguntas ásperas.

O Distrito Comercial da Comunidade

Retorne para a Lee Avenue, o trecho  até Taylor St. e Heyward St. é o principal distrito comercial da comunidade, com diversos estabelecimentos interessantes. Um deles é o Oneg Heimishe Bakery, na 188 Lee Avenue, que vende a espetacular Babka de Chocolate.

Babka de Chocolate da Oneg Heimishe Bakery - Williamsburg

Babka de Chocolate da Oneg Heimishe Bakery – Williamsburg

No número 130, sentido norte, está a Judaica Silver International, onde você pode adquirir ou simplesmente apreciar um decantador de vinho de cristal ou objetos de prata super interessantes.

Na Donath Wine & Liquor Store, 119 da Lee Avenue, você vai encontrar uma incrível carta de vinhos, inclusive o Manischewitz, considerado pelos apreciadores de vinho kosher um dos melhores da categoria.

As delícias da cozinha judaica

Para uma verdadeira refeição judaica, vá ao Gottlieb’s, 352 Roebling Street, que, desde 1962, serve pratos glatt kosher que em iídiche significa super kosher.

Prefira pratos Húngaros: rolinhos de pastrami; aperitivos de cholent (guisado tradicional judaico), ou goulash. O omelete de pastrami é um dos mais pedidos. O garçom vai avisar que o prato demora de 8 a 10 minutos e vai oferecer o jornal do dia para você ler enquanto aguarda.

Restaurante Gottlieb’s - Williamsburg

Restaurante Gottlieb’s – Williamsburg

 

Veja maiores detalhes sobre nossos roteiros.